×
Segue-nos!
  • Magrelos vai continuar a escrever história , agora em Idanha a Nova

    Ver Mais
  • FC Paços de Ferreira com prejuízo de 1,5 milhões em 2019/2020

    FUTEBOL
    Ver Mais
  • Águas Santas em zona de voo Europeu

    ANDEBOL
    Ver Mais
  • AF Porto vai realizar teste ao COVID-19 aos atletas

    FUTEBOL | AF PORTO
    Ver Mais
  • Reformulação do Calendário Ciclocrosse 2020/2021

    CICLISMO | CICLOCROSSE
    Ver Mais
  • Federação de Hóquei adia competições sem data de regresso

    HÓQUEI EM CAMPO
    Ver Mais
  • Benfica vence e olha mais perto o topo

    BASQUETEBOL
    Ver Mais

NUTRIÇÃO E O IMPACTO NA PERFORMANCE DESPORTIVA

Ângelo Miguel Brito

A performance dos atletas pode ser influenciada por diversos fatores. Entre outros, a alimentação é seguramente um dos fatores determinantes para otimizar a performance dos atletas, contribuindo para melhorar o desempenho, reduzir o risco de lesões e doenças e reduzir o tempo de recuperação após o exercício ou programa de treino.
Por conseguinte, torna-se relevante que atletas, treinadores e profissionais do desporto tenham conhecimento de alguns princípios básicos da nutrição.
 
NUTRIÇÃO & PERFORMANCE
Atletas ou indivíduos que praticam desporto regularmente apresentam um consumo de energia superior aos não praticantes e, portanto, necessitam de consumir, em quantidade equilibrada, macronutrientes - nutrientes orgânicos que fornecem energia, que incluem carboidratos, gorduras e proteínas. Estes indivíduos devem prestar especial atenção à ingestão de carboidratos e proteínas.
A dieta alimentar de Carboidratos deve fornecer (6-8g  Kg-1  d-1) para manter e reabastecer os índices de glicogênio do corpo. A ingestão de proteínas de aproximadamente (1,2 - 1,7g  Kg-1) é também necessária para manter, construir, e reparar diariamente os tecidos. A ingestão de gordura deve ser adequada para fornecer os Ácidos Gordos Essenciais (AGEs)* e vitaminas lipossolúveis. Além disso, a gordura alimentar é uma fonte de energia importante para a manutenção do peso.
Indivíduos ativos devem consumir alimentos e líquidos adequados e de forma equilibrada antes, durante e após o exercício para garantir a manutenção dos níveis de glicose no sangue durante o exercício, otimizar o desempenho do exercício e acelerar a recuperação, respetivamente.
Desde que os atletas atendam às suas necessidades energéticas para manter o peso corporal, consumindo uma dieta variada e equilibrada, não são necessários suplementos de vitaminas e minerais. O suplemento de micronutrientes - nutrientes orgânicos e inorgânicos, incluindo vitaminas e minerais, que são consumidos e/ou necessários em quantidades muito menores em comparação com os macronutrientes, podem ser necessários para atletas que restrinjam o consumo de energia, eliminam regularmente um ou mais grupos de alimentos de sua dieta, ou consumam habitualmente dietas desequilibradas com baixo conteúdo de micronutrientes.
Outro aspeto importante da alimentação de um atleta é a hidratação. Os atletas já devem estar bem hidratados antes do exercício. De modo a equilibrar as perdas de líquidos, o atleta deve beber a quantidade de líquidos adequada durante e após o exercício. O consumo de bebidas energéticas contendo carboidratos e eletrólitos antes, durante e após o exercício pode fornecer combustível para os músculos e diminuir o risco de desidratação.
Após o exercício, o consumo de bebidas que contenham uma combinação de proteínas e carboidratos pode melhorar a reposição de glicogênio, ajudar na reparação das fibras musculares e promover a hidratação muscular.
Como notas finais, deixar a promessa de voltarmos a este tema com maior profundidade e eventualmente com alguns exemplos práticos.
Até lá, recomenda-se que se alimentem adequadamente e pratiquem regularmente desporto e/ou atividade física. 
 
Texto: Professor Doutor Ângelo Miguel Brito
 
(*)
ÁCIDOS GORDOS ESSENCIAIS (AGEs)
Os AGEs são um tipo especial de "gordura boa". São nutrientes essenciais; por vezes apelidados de vitamina F. Os nutrientes essenciais são necessários para a vida, mas devem ser obtidos através da dieta, porque o corpo não consegue produzi-los. Os AGEs são necessários para a estrutura e função adequada de todas as células do corpo e são importantes para uma boa saúde. Os AGEs aumentam a absorção de vitaminas e minerais; nutrem a pele, cabelos e unhas; promovem o funcionamento adequado do nervo; ajudam a produzir hormonas; garantem o crescimento e desenvolvimento normal; e previnem e tratam doenças.

 

Partilhar
Luís Leal

Palavras levam o vento... faltam políticos e políticas desportivas.

Paulo Ferreira

O COVID-19 CONVIDA AO FUTEBOL?

Ângelo Miguel Brito

Futebol Formação e o Jogo. Estaremos nós no Caminho certo

Gonçalo Novais

COMO O BENFICA PERDE O RUMO EM MEIO ANO

Gonçalo Novais

QUARENTENA DA BOLA - UM PROJETO DE EXCELÊNCIA

Gonçalo Novais

FC PORTO E BENFICA - DOIS «GRANDES» QUE SE MERECEM

Simão Neto

AS CLÁUSULAS DE RESCISÃO MILIONÁRIAS

Simão Neto

Desporto uma Escola de Valores para a vida…

Luís Leal

BRINCADEIRA DE EQUIPA, UNIÃO OU VIOLÊNCIA

Comentários

  • De momento esta opinião não tem comentários à apresentar.

Deixe um comentário