×
Segue-nos!
  • Magrelos vai continuar a escrever história , agora em Idanha a Nova

    Ver Mais
  • FC Paços de Ferreira com prejuízo de 1,5 milhões em 2019/2020

    FUTEBOL
    Ver Mais
  • Águas Santas em zona de voo Europeu

    ANDEBOL
    Ver Mais
  • AF Porto vai realizar teste ao COVID-19 aos atletas

    FUTEBOL | AF PORTO
    Ver Mais
  • Reformulação do Calendário Ciclocrosse 2020/2021

    CICLISMO | CICLOCROSSE
    Ver Mais
  • Federação de Hóquei adia competições sem data de regresso

    HÓQUEI EM CAMPO
    Ver Mais
  • Benfica vence e olha mais perto o topo

    BASQUETEBOL
    Ver Mais

Formiga não conseguiu fazer Gondomar favorito

O Desportivo da Ordem conseguiu uma vitória incontestável perante o Gondomar Futsal. Duas equipas que só conheciam o sabor da vitória, à partida para este jogo, no primeiro grande teste para ambos os conjuntos. 
Entraram “matadores” os locais e logo no segundo minuto o 1-0. Transição rápida conduzida por Bruno que serviu Rúben que foi eficaz e fez 1-0. 
As duas equipas com sistema em 4:0, em que o Gondomar tinha mais bola na sua organização, Formiga chamava para si o início da construção. Começou a responder o Gondomar, tentando a meia distância para importunar Rui. Aos 7 minutos o Gondomar esteve muito perto do golo, mas João Pedro a desperdiçar ao segundo poste.
O Ordem conseguiu praticamente em todas as suas ações ser perigoso, e aos 12 minutos fez o 2-0. Livre estudado e Rui Barros a finalizar na combinação com Márcio, laboratório da Ordem a funcionar. 
Continuou o Ordem a ser certeiro, aos 15 minutos o 3-0. Novo livre estudado e desta vez foi Bruno de ângulo apertado a rematar para o golo. Bruno que foi dos melhores do jogo. 
Depois surgiu confusão junto ao banco da Ordem, o jogo esteve interrompido 3 minutos. De regresso ao jogo, foi a Ordem que conseguiu mostrar maior clarividência. Perda de bola de Amorim, Mário Faria perante o guarda-redes mostrou frieza e fez o 4-0. 
Começava o resultado a tornar-se irrecuperável para o Gondomar, que pior ficou a 2 minutos do final da primeira parte. Na sexta falta do Gondomar no jogo, levou Ruben aos 10 metros e num remate seco e colocado fez o 5-0. 
Antes do intervalo o Gondomar conseguiu mesmo reduzir. Remate de Formiga e Huguinho a encostar ao segundo poste.
Quando já se esperava o intervalo, novo erro do Gondomar, falta desnecessária e novo livre de 10 metros para os locais, desta vez foi Rui Barros que assumiu a marcação e também não vacilou para o 6-1, bis na partida, numa fase em que o Gondomar estava perdido no jogo.  
Ao intervalo a Ordem vencia por 6-1, em que foi claramente superior e fez da capacidade da sua finalização a diferença, perante um Gondomar que tentou organizar mas a mobilidade da equipa esbarrou na boa organização defensiva da Ordem neste jogo. 
Na segunda parte esperava-se um Gondomar mais subido e agressivo, e assim aconteceu. A Ordem manteve o seu bloco compacto e explorou o contra-ataque, Ruben e Rui Barros atiraram ao poste, também o endiabrado Bruno passou por toda a equipa gondomarense e por pouco não aumentou a contagem. 
O jogo ficou mais partido e o Gondomar poderia ter reduzido, mas o corte de Márcio para a trave, impediu o golo certo dos forasteiros. Depois foi Amorim a estar perto do golo, lance individual a romper mas o remate saiu ao poste. 
Aos 15 minutos o Ordem com mais uma situação de grande perigo, Ruben a atirar ao poste. O ala da Ordem, está a revelar-se um dos melhores neste campeonato, excelente capacidade de drible e um remate certeiro fazem dele uma das revelações de maior destaque na Elite portuense. 
O 7-1 surge por Bruno, a sua intensidade permitiu “roubar” a bola ao guarda-redes do Gondomar e apontar o seu bis na partida, ele que foi dos melhores em campo, ninguém o segurou. Numa fase em que o Gondomar já jogava em 5x4, esquema que foi tardio a ser pedido por Paulo Ribeiro e que mostrou pouco treino, à exceção do golo que conseguiu por Jorginho para reduzir para 7-2, quando faltavam 4 minutos para o final. 
O resultado ficou fechado por Romeu Teixeira a menos de dois minutos do final, o jovem formado na Ordem atirou para a baliza deserta e fechou o resultado em 8-2. 
Vitória bem conseguida da Ordem perante um adversário direto que luta pelos primeiros lugares. Neste jogo foram incapazes de contrariar a boa organização defensiva da equipa de Ana Leal e a capacidade de finalização que a equipa apresenta, com percentagens muito acima da média para esta divisão. 
Na próxima jornada o Ordem tem outro grande desafio na deslocação ao Maia Futsal, outro candidato assumido à subida de divisão, num jogo em que estará a liderança em causa. 
O Gondomar somou a primeira derrota em 4 jogos, e na próxima ronda recebe o Paredes num desafio importante para os dois conjuntos.
 
Texto: Luís Leal
Foto: Diana Pereira

 

Anexos:

Partilhar

Data de publicação: 2020-11-15

Outras Noticias

Comentários

  • De momento esta notícia não tem comentários à apresentar.

Deixe um comentário