×
Segue-nos!
  • Paredes brilha e segue em frente na Taça de Portugal

    FUTEBOL | Taça de Portugal
    Ver Mais
  • CA Pacense disputa Supertaça

    Ver Mais
  • João Ribeiro volta a sagrar-se Campeão em Super 1600

    Ver Mais
  • Um ponto amargo para Pacenses

    Ver Mais
  • Mário Costa e Raquel Queirós vencem Taça de Portugal em XCO

    CICLISMO | XCO
    Ver Mais
  • CAMPEÕES DO MUNDO

    FUTSAL
    Ver Mais

PAÇOS FERREIRA SUPERA ORDEM E REFORÇA LIDERANÇA

Na abertura da jornada, o grande dérbi sorriu para os pacenses, uma vitória expressiva por 4-0. No terceiro jogo entre ambos nesta temporada, o Paços consegue a primeira vitória no confronto entre duas das melhores formações da distrital do Porto. 
Num pavilhão com uma moldura humana muito assinalável, os comandados de Jorge Garrido entraram melhor na partida, mais organizados e com maior qualidade na posse de bola. Ambos com um modelo inicial de 3:1, com Vitinha e Mário nas referência de pivô de cada uma das equipas.
O primeiro golo da partida surgiu aos 5 minutos, uma desatenção defensiva da equipa do Desportivo da Ordem, os pacenses em superioridade a finalizar numa combinação de apoio em profundidade e Vitinha perante Rui fez o 1-0. 
O golo deu maior conforto ao Paços de Ferreira que baixou o seu bloco defensivo, dando mais a iniciativa de jogo à equipa de Arnaldo Coelho, com as alterações efetuadas, principalmente na entrada de André e Huguinho, melhorou e teve mais posse de bola criando mais perigo junto da baliza de Rúben Costa que se mostrou muito atento. O Paços de Ferreira procurou a transição ofensiva como uma das suas armas para o jogo, estratégia acertada que permitiu criar situações claras de golo e de chegar ao intervalo com uma vantagem maior no marcador. Ao intervalo a vantagem dos castores aceitava-se. 
No segundo tempo a equipa lousadense entrou melhor no encontro, mais rápida na circulação e conseguiu penetrar no último terço dos pacenses. Miguel Abreu em algumas situações negou o golo a Mário e Miguel Tomas que tiveram as oportunidades mais flagrantes para empatar. O jogo entrou numa fase de maior desorganização, com lances e ataque e contra-ataque para os dois lados. A 5 minutos do final, na disputa de bola na direita do ataque pacense, lance que deixa dúvidas na sua legalidade por suposta falta de bloqueio, a bola acaba por sobrar para Xotes que num remate “seco” e colocado fez o 2-0.  
O 2-0 tranquilizou ainda mais os pacenses e desorientou a equipa da Ordem, que procurou responder mais com o coração que com a cabeça. O 3-0 surge na jogada mais bonita do encontro, a bola a circular por toda a equipa pacense, Miguel Leal “Banana” a bisar num remate indefensável para Rui, que praticamente fechou de vez o jogo. O 4-0 surge já quase na entrada do último minuto, com a equipa da Ordem a jogar em 5x4, os pacense recuperaram a bola e novamente Miguel Leal a bisar. 
Vitória justa do Paços de Ferreira que reforça a liderança e vê a distância para o conjunto do Desportivo da Ordem aumentar para 12 pontos.
 
Texto: Redação
Foto:Complexo / Raquel da Costa 

Partilhar

Data de publicação: 2020-01-11

Outras Noticias

Comentários

  • De momento esta notícia não tem comentários à apresentar.

Deixe um comentário