×
Segue-nos!
  • Magrelos vai continuar a escrever história , agora em Idanha a Nova

    Ver Mais
  • FC Paços de Ferreira com prejuízo de 1,5 milhões em 2019/2020

    FUTEBOL
    Ver Mais
  • Águas Santas em zona de voo Europeu

    ANDEBOL
    Ver Mais
  • AF Porto vai realizar teste ao COVID-19 aos atletas

    FUTEBOL | AF PORTO
    Ver Mais
  • Reformulação do Calendário Ciclocrosse 2020/2021

    CICLISMO | CICLOCROSSE
    Ver Mais
  • Federação de Hóquei adia competições sem data de regresso

    HÓQUEI EM CAMPO
    Ver Mais
  • Benfica vence e olha mais perto o topo

    BASQUETEBOL
    Ver Mais

HC Marco e Vila Boa Bispo com desfechos diferentes

O Hóquei Clube do Marco já assegurou a passagem à próxima fase da Taça de Portugal, ao vencer a formação do Ouriense por 5-2. 
Entraram praticamente a vencer os marcuenses, o goleador José Cabral fez o 1-0. Aos 10 minutos o Ourense poderia ter empatado mas desperdiçou um Livre Direto. O empate chegou pouco depois por Tiago Godinho. 
Os locais poderiam voltar à dianteira do marcador, mas José Cabral desperdiçou o penalti. O golo que voltou a colocar a equipa de Pedro Nazário novamente na dianteira surgiu dentro do último minuto por Bruno Moreira. 
Na segunda metade foi mais eficaz o HC Marco, Bernardo Ribeiro fez o 3-1. O Ourense sempre muito combativo, voltou a relançar o desafio, Carlos Fonseca reduziu para 3-2. 
O jogo passou por uma fase de menos acerto das equipas, até que aos 18 minutos Ivan Silva fez o 4-2. José Cabral dois minutos depois fez o 5-2 que deu mais conforto ao Marco, que acabou por manter a vantagem até ao final numa vitória bem conseguida que dá passagem à próxima eliminatória da Taça de Portugal. 
 
VILA BOA DO BISPO ELEIMINADO
Também esteve em ação o Vila Boa do Bispo nesta 1ª eliminatória, mas a equipa de César Monteiro foi goleada por 1-7 frente ao Fânzeres. A equipa da casa até iniciou da melhor forma, Duarte Martel fez o primeiro de penalti. Logo a seguir esteve perto do segundo para a equipa de Marco de Canaveses, mas Guilherme Pinto desperdiçou o Livre Direto. Não marcou o Vila Boa do Bispo, marcou o Fânzeres, num minuto Tiago Pinto fez o 1-1 de penalti e logo a seguir o 1-2 por João Coelho. 
Até ao intervalo o Vila Boa do Bispo poderia ter empatado mas voltou a desperdiçar um penalti. 
Na segunda parte continuou o desperdício dos locais, livre direto que César Monteiro não foi capaz de converter. Quem não falhou foram os de Gondomar, Eduardo Amorim fez o 1-3. A equipa marcuense procurou responder mas não foi capaz de inverter a situação, e nos últimos minutos acabou por ver o resultado tomar proporções de goleada. Nos últimos 6 minutos, Gil Vicente, João Coelho e Diogo Silveira colocaram o resultado em 1-6. O resultado ficou fechado em 1-7 nos segundo finais por Diogo Rocha. 
 
Texto: Luís Leal
 

Anexos:

Partilhar

Data de publicação: 2020-11-14

Outras Noticias

Comentários

  • De momento esta notícia não tem comentários à apresentar.

Deixe um comentário